PublicaçõesAcompanhe nossas publicações

O pó da discórdia

A Johnson & Johnson perde processo bilionário nos EUA por contaminação com amianto em seus talcos. O problema pode estar apenas no início

Leia mais...

UFBA e AVICAFE se encontram no combate ao amianto

Mais um degrau vencido na caminhada da AVICAFE, ontem (17) esteve na UFBA- Universidade Federal da Bahia, campus de Vitória da Conquista, em uma reunião de relevante importância e interesse coletivo. Imagine o quão bom seria se todos os nossos expostos entrassem na universidade, ou a universidade entrasse na AVICAFE – Associação das Vítimas Contaminadas pelo Amianto e Famílias Expostas com seu quadro de professores e doutores , com seu departamento de medicina, de farmácia e tantas outras especialidades , se juntando ao IFBA – Instituto Federal da Bahia e a UESB – Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia , colocando seus mestres em busca de solução científica para os nossos problemas.

Leia mais...

Abaixo-assinado

Apóiem a petição para a EPA aprovar o banimento do amianto nos Estados Unidos JÁ. Donald Trump, em mais uma de suas declarações infelizes, afirmou recentemente que “o envenenamento por amianto é uma conspiração liderada pela multidão (mob-led) e que, durante sua gestão, a EPA (agência de proteção ambiental americana) não irá avaliar os riscos ambientais promovidos pelo mineral”.

Leia mais...

Segundo nos é informado hoje pelo IBAS-International Ban Asbestos Secretariat

As últimas estatísticas de mesotelioma publicadas pelo Health and Safety Executive (HSE) da Grã-Bretanha mostram que o número de mortes em 2016 por esse câncer do amianto foi de 2.595. Desde 2010, o número anual de mortes por mesotelioma subiu 10%, apesar das previsões de que a epidemia nacional atingiria 2.040 por ano até 2016. A realidade da situação é muito mais grave do que a reconhecida pelas autoridades, uma vez que os números de 2016 são 27% pior do que o previsto. Com grande parte dos 7 milhões de toneladas incorporados na infraestrutura nacional ainda em vigor, não há como essa epidemia terminar em breve.As últimas estatísticas de mesotelioma publicadas pelo Health and Safety Executive (HSE) da Grã-Bretanha mostram que o número de mortes em 2016 por esse câncer do amianto foi de 2.595. Desde 2010, o número anual de mortes por mesotelioma subiu 10%, apesar das previsões de que a epidemia nacional atingiria 2.040 por ano até 2016. A realidade da situação é muito mais grave do que a reconhecida pelas autoridades, uma vez que os números de 2016 são 27% pior do que o previsto. Com grande parte dos 7 milhões de toneladas incorporados na infraestrutura nacional ainda em vigor, não há como essa epidemia terminar em breve. Veja: Mesotelioma na Grã-Bretanha.

Leia mais...

BOM JESUS DA SERRA/ BAHIA: O LEGADO MORTAL

7/6/2018- Bom Jesus da Serra/Bahia: autoridades comparecem à audiência pública sobre o legado mortal da mineração do amianto, promovido pela SAMA (explorada pelo grupo multinacional francês Saint-Gobain de 1939-1967; hoje o passivo social e ambiental pertence à empresa ETERNIT).

Leia mais...

Carta aberta para a indústria do amianto

Recentes desenvolvimentos e novos dados fundamentam a conclusão de que o fim da indústria do mortal amianto está se aproximando.i A rejeição massiva do amianto por agências internacionais, órgãos regionais, governos nacionais e consumidores resultou em uma queda drástica na demanda e uma diminuição considerável da influência dessa indústria tóxica.ii Com as iminentes proibições do amianto no Canadá, no Brasil, na Ucrânia e na Moldávia, está claro que o domínio do debate mundial do amianto, pelos interessados na sua continuidade, não existe mais.

Leia mais...

София plus.google.com/102831918332158008841 EMSIEN-3