asbestose

  • FERNANDA GIANNASI É A GRANDE GANHADORA DO“PRÊMIO FAZ DIFERENÇA” NA CATEGORIA ECONOMIA

    Vencedores

    Categoria Economia: FERNANDA GIANNASI

    11/02/2018  / ATUALIZADO 16/02/2018
    Em 1940, em Bom Jesus da Serra, no semiárido baiano, começava no Brasil a extração do mineral que seria responsável, décadas depois, por doenças e pela morte de milhares de trabalhadores. Diante disso, o dia 29 de novembro do ano passado foi histórico. O Supremo Tribunal Federal (STF) proibiu a produção, o comércio e o uso do amianto no Brasil, em resposta ao intenso movimento de trabalhadores, médicos, fiscais do trabalho e advogados para banir o uso da fibra cancerígena. Desautorizado em mais de 70 países, o amianto já matou mais de dois mil brasileiros. A auditora fiscal do trabalho Fernanda Giannasi é o retrato, a força motriz dessa luta.
  • BANIMENTO DO AMIANTO REPRESENTA UM MARCO IMPORTANTE NA QUALIDADE DE VIDA DO TRABALHADOR NO BRASIL

    Por RM & Advogados - Assessoria de Imprensa ∙ 16 de janeiro de 2018

    Prêmio Faz Diferença, uma iniciativa do GLOBO em parceria com a Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan), chega à 15ª edição reconhecendo o trabalho, a dedicação e o talento de brasileiros, que, nas mais diversas áreas de atuação, serviram de inspiração para o país e o mundo em 2017. E você, leitor, é nosso convidado a participar, indicando, com o seu voto, os que mais se sobressaíram em cada categoria. A votação popular, que pode ser feita através deste site, vai até o dia 28 de janeiro.

  • COMO OS DEPUTADOS DA BAHIA VOTARAM EM FAVOR DO AMIANTO

    Aprovação sumária em favor do Amianto e da Dow Química

    O projeto que permite o uso do amianto na Bahia até 2026, de autoria do líder do PT na Assembleia Legislativa da Bahia, deputado Rosemberg Pinto, relatado pela deputada Maria del Carmen, obteve aprovação por UNANIMIDADE numa sessão em que estavam presentes 39 deputados –  10 do PT, 5 do PP, 4 do PSD, 3 do PCdoB, 3 do PSL, dentre outros.

  • FERNANDA GIANNASI É INDICADA A IMPORTANTE PRÊMIO COM INICIATIVA DO GLOBO

    Prêmio Faz Diferença, uma iniciativa do GLOBO em parceria com a Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan), chega à 15ª edição reconhecendo o trabalho, a dedicação e o talento de brasileiros, que, nas mais diversas áreas de atuação, serviram de inspiração para o país e o mundo em 2017. E você, leitor, é nosso convidado a participar, indicando, com o seu voto, os que mais se sobressaíram em cada categoria. A votação popular, que pode ser feita através deste site, vai até o dia 28 de janeiro.

  • Justiça condena Aperam a pagar indenização e pensão a ex-funcionário contaminado por amianto

    A inalação do pó de amianto pode provocar uma doença chamada asbestose, que não tem cura, e outros problemas de saúde
  • MORADOR DE CAMPINAS VIVE CALVÁRIO PARA DESCARTAR TELHAS DE AMIANTO

    Por Valéria Hein

    O morador do bairro Proost Souza, em Campinas, Antônio Lindolfo Mazaro, tem vivido um drama desde que decidiu trocar as telhas de um barracão nos fundos de sua casa. As telhas antigas são de amianto, resíduo de descarte perigoso, que de acordo com a Legislação atual, tem regras rigorosas de acondicionamento e exige aterro especializado.Isso porque o amianto é tóxico para o meio ambiente e pode causar doenças pulmonares. O problema é que em Campinas não existe nem mesmo empresas particulares que fazem esse descarte. Lindolfo conta que só soube da restrição quando chamou o caçambeiro para retirar o entulho. Ao procurar a prefeitura, pelo telefone 156,  Lindolfo não conseguiu nenhum tipo de orientação.

  • MPT ENFATIZA A IMPORTÂNCIA DE VETO PROIBINDO AMIANTO NA BAHIA

    Lei permitia o uso da fibra cancerígena até 2026 para produção de cloro-soda. Governador vetou o respectivo dispositivo, conforme solicitado pelo MPT em nota técnica.

  • RASTROS DE AMIANTO

    Perigo não se restringe às fábricas ou à mina

    O Brasil tem enorme dívida com a sociedade que, por mais de um século, ficou exposta ao amianto. Nesse contexto, devemos considerar expostos, incontestavelmente, os trabalhadores da indústria do amianto; porém, cada um de nós, todo dia, sem se dar conta, tem contato com essa fibra, que, há vários anos, foi banida de inúmeros países por seus claros malefícios à saúde.

София plus.google.com/102831918332158008841 EMSIEN-3